El papel más verde - Just another WordPress site
+351 249 730 230
portugal@pt.gomacamps.com

Sustentabilidade

Home » Sustentabilidade

A sustentabilidade na Gomà-Camps


A nossa política de sustentabilidade


Preocupamo-nos com o ambiente e cuidar de pessoas. Por isso apostamos nas matérias sustentáveis, na otimização dos recursos e no cuidado das pessoas, os pilares básicos do Grupo Gomà-Camps.



A nossa política ambiental


A gestão ambiental é uma parte integrante e fundamental da nossa atividade. Por este motivo, comprometemo-nos em melhorar a qualidade desta gestão mediante o contributo com os recursos necessários.

Pessoas


Apostamos no talento das pessoas em três pilares:
Incentivar empregos de qualidade, ajudar as pessoas a se desenvolverem na empresa e proteger sua saúde e segurança.
Em Gomà-Camps encorajamos o trabalho sob as metodologias mais inovadoras para alcançar a excelência constante no desenvolvimento das pessoas da organização.
Por isso, cada pessoa que faz parte do Grupo obtém os cuidados e apoio necessários em sua carreira profissional.

Como conseguimos isso?

  • Nós fomentamos a cultura colaborativa
  • Desenvolvemos liderança com base nos valores do Grupo
  • Facilitamos a reconciliação da vida pessoal e profissional

A nossa política ambiental

matérias-primas sustentáveis





Gestão ambiental: princípios básicos



    • Atividade industrial respeitadora do ambiente
    • Compromisso de melhorar os limites previstos pela legislação ambiental
    • Utilização eficiente dos recursos
    • Comunicação ambiental com a sociedade
    • Gestão eficiente dos resíduos
    • Promoção da sensibilidade e formação nos aspetos ambientais de todos os colaboradores

The water road map

A nossa visão de longo prazo sobre a melhoria e a redução dos consumos de água através de diferentes ações tornou possível uma redução em 40% durante os últimos cinco anos (de 9 l/kg a 5 l/kg), muito inferior à referência no mercado europeu. Atualmente é recirculada mais de 50% da água utilizada, que é lançada em perfeitas condições aos cursos de água depois de ter sido usada e depurada.

O objetivo do grupo é continuar a reduzir o consumo de água. Com este objetivo, colaboramos em diferentes projetos com universidades e instituições, para melhorar e otimizar os recursos e conseguir efeitos diretos no cuidado do que nos rodeia.

As melhorias feitas na planta de tratamento significaram a redução de:
Em 45% os limites legais de descarga para a carga orgânica (DQO).
Em 85% os limites legais de descarga para sólidos em suspensão.
A água tratada é recirculada para o processo, reduzindo em 75% a descarga para o curso de água.

Metas Alcançadas em energia



Através do nosso fabrico sustentável conseguimos:

1. Reduzir em 20% a emissão específica de CO2 para a atmosfera.
2. No último ano reduzir em 15% o consumo de eletricidade.

A poupança equivalente às emissões de CO2 absorvíveis por uma floresta de 15.000 árvores grandes.




A Ecologia define como sustentável aquele sistema biológico que se mantém produtivo com o passar do tempo, assinalando assim o equilíbrio de uma espécie com os recursos do seu meio.

Fazer mais e melhores coisas

com menos recursos

MELHORIA CONTÍNUA

EFICIÊNCIA PRODUTIVA
Aplicamos constantemente novidades tecnológicas para melhorar o rendimento do nosso processo industrial.
Inspecionamos continuamente as nossas máquinas de papel para conseguir um consumo energético inferior à média do setor.
Nas compras atuais de maquinaria o impacto ambiental é um fator determinante ao escolher o fornecedor.

UTILIZAÇÃO EFICIENTE DOS RECURSOS

O que entendemos por sustentabilidade?

O consumo e a produção sustentável consistem em fomentar a utilização eficiente dos recursos e da energia, a construção de infraestruturas que não prejudiquem o ambiente, a melhoria do acesso aos serviços básicos e a criação de empregos ecológicos, remunerados justamente e com boas condições profissionais.
Tudo isto se traduz numa melhor qualidade de vida para todos e também ajuda a concretizar planos gerais de desenvolvimento que baixem os custos económicos, ambientais e sociais, que aumentem a competitividade e que reduzam a pobreza.

O objetivo do consumo e da produção sustentável é fazer mais e melhores coisas com menos recursos. Trata-se de criar ganhos líquidos a partir das atividades económicas mediante a redução do consumo dos recursos, da degradação e da poluição, conseguindo simultaneamente uma melhor qualidade de vida.
Consiste em sensibilizar os consumidores mediante a educação sobre os modos de vida sustentáveis, proporcionando-lhes informação adequada com a rotulagem e as normas de utilização, entre outros.



O ciclo sustentável do papel


Mais concretamente, o setor da celulose e do papel elabora a sua visão da sustentabilidade como o contributo decidido do papel e das empresas que o fabricam para a melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento sustentável, mediante a gestão florestal sustentável, os processos produtivos limpos e a reciclagem contínua dos seus produtos.

O ciclo do papel é integrado e sustentável.

Compromissos com a sustentabilidade

Partindo do conceito do ciclo do papel, o compromisso do setor com a sustentabilidade baseia-se em quatro linhas de atuação prioritária:


    • Gestão florestal sustentável
    • Processo produtivo eficiente e responsável
    • Liderança na recuperação e reciclagem
    • Geração de riqueza e contribuição para a qualidade de vida.


A sustentabilidade ambiental



A sustentabilidade ambiental procura fomentar uma responsabilidade consciente sobre a ecologia, enquanto visa crescer no desenvolvimento humano, cuidando do ambiente onde vive.

Por este motivo, refere-se à capacidade de manter os aspetos biológicos na sua produtividade e a diversidade ao longo do tempo e, deste modo, ocupar-se da preservação dos diferentes recursos naturais.


Novas formas de sustentabilidade


As compras verdes

    • Produtos naturais sem agentes químicos e que respeitam o ambiente, feitos à base de óleos vegetais e/ou ervas.
    • Artigos que ajudam o ambiente como fraldas, toalhitas femininas e protetores de tecido ou artigos que funcionam com energia solar.
    • Sabões vegetais ou óleos essenciais e vegetais feitos artesanalmente.
    • Sacos reutilizáveis e compactos de uso pessoal para as compras diárias.

( Informações e dados extraídos do setor )



A arquitetura sustentável


É uma forma de conceber a arquitetura que procura não danificar o ambiente, aproveitando os recursos naturais e minimizando o impacto sobre os mesmos e tudo isto da forma mais ecológica possível.

Assim, qualquer construção para uma zona concreta deve cumprir os princípios ambientais deduzidos após uma análise do local. A orientação, a possibilidade de ventilação cruzada, o isolamento térmico, etc., são estratégias ótimas para alguns climas.



Desafios do desenvolvimento sustentável





    • Sobrepopulação e desigualdades sociais
    • Aumento do efeito de estufa
    • Destruição da camada de ozono
    • Humanização das paisagens
    • Perda contínua e acelerada da biodiversidade
    • Erosão, desertificação e destruição das florestas
    • Contaminação das águas
    • Erosión, desertización y destrucción de las selvas. 
    • Aumento dos resíduos domésticos
    • Abastecimento energético